Como é calculado o valor do IPTU 2020

O início do ano letivo geralmente é o momento em que todo o cidadão se organiza financeiramente para arcar com suas dívidas, seja para uma matrícula, material escolar, IPVA, e outros impostos importantes, como o IPTU 2020.

Melhor dizendo, qualquer pessoa que tiver posse de uma propriedade localizada em uma área urbanizada, precisará se programar para pagar o IPTU 2020 na data correta. Este é um tributo obrigatório, cobrado anualmente pelo governo de cada estado e pode ser pago a vista ou parceladamente.

E se você está se perguntando como é calculado o Imposto Predial e Territorial Urbano ou como fazer o pagamento do mesmo, saiba que veio ao artigo certo. Portanto, continue acompanhando o conteúdo a seguir e não deixe nenhuma dica importante passar despercebida. Vamos lá!

Como é calculado o valor do IPTU 2020

Pagar o IPTU 2020 é uma contribuição que já virou rotina na vida de diversos cidadãos. No entanto, muitos deles não sabem verificar se está pagando um valor de imposto devidamente compatível com as condições estruturais apresentadas por seu imóvel e a região em que o mesmo está localizado.

IPTU 2020

Se você é uma destas pessoas, basta entender que o tributo é estabelecido com base no valor venal do imóvel, calculado a partir da Planta Genérica de Valores Imobiliário (PGVI) da cidade. Este documento oficial serve para catalogar o preço médio do preço por metro quadrado em cada via do município.

Deste modo, para saber o quanto que você deverá pagar pelo Imposto, basta aplicar ao valor venal de sua propriedade as taxas estabelecidas pela legislação municipal.

Grande parte das cidades adotam o cálculo progressivo do IPTU. Ou seja: “A alíquota é estabelecida pelo valor do imóvel. Quanto menor o valor, menor será a alíquota”, segundo o advogado tributário Nelson Lacerda, do escritório Lacerda & Lacerda.

Exemplo:


Um cidadão que possui um imóvel avaliado em “R$ 500.000,00 localizado em um município cuja alíquota, para a média de preço, é de 1,4%, pagará R$ 7.000,00 de imposto.


Como saber se sua região é considerada Urbanizada ou não

Para aqueles que não sabem quais requisitos precisam ser atendidos para que o seu imóvel seja considerado como urbano ou não, confira logo abaixo os melhoramentos solicitados:

  • Abastecimento de água;
  • Sistema de esgotos sanitários;
  • Meio-fio ou calçamento com canalização de água de chuva;
  • Rede de iluminação pública ou com ausência de postes para a distribuição domiciliar;
  • Escola primária ou postos de saúde com uma distância máxima de de 3km do imóvel considerado.

Portanto, se a sua propriedade atende a qualquer um dos itens destacados acima, saiba que poderá estar sujeito a cobrança do Imposto Predial e Territorial Urbano – IPTU.

Como pagar o IPTU

IPTU 2020

Como vimos, grande parte dos donos de casa, apartamento ou sala comercial de todas as regiões brasileiras, precisam pagar aquela que podemos considerar como uma das mais importantes taxas imobiliárias do país – o IPTU. Na cidade de São Paulo, por exemplo, desde 2010, basta possuir um imóvel com valor venal superior a R$ 70.000,00 para ser um contribuinte do Imposto Predial e Territorial Urbano.

Para realizar o pagamento deste tributo, primeiramente o contribuinte deverá ter em mãos os seguintes itens em mãos:

  • Carnê;
  • Segunda-via.

Já com os documentos na mão, o cidadão deverá se encaminhar até qualquer loteria federal ou agência bancária para estar realizando a quitação da dívida ou até mesmo tirar alguma dúvida a respeito do pagamento do imposto.

Todos que realizarem o pagamento do IPTU em cota única recebem um desconto no valor total do imposto e o vencimento é até o final do mês de fevereiro. Caso o pagamento seja parcelado (em até 10 vezes), o valor não recebe nenhum tipo de abatimento e com vencimento de parcelas selecionados pelo contribuinte.


E agora que você já sabe como funciona o cálculo do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e como realizar o pagamento do mesmo, esperamos que todas as dúvidas a respeito do assunto tenham sido esclarecidas. Em caso de maiores perguntas, basta fazer um comentário abaixo e aguardar que responderemos assim que possível.

Não esqueça também de compartilhar este artigo com um parente ou conhecido próximo que possuem a mesma dúvida a respeito do IPTU. Obrigado!